domingo, 25 de dezembro de 2011

Cristo Nasceu


Cristo nasceu! Vinde, adoremos!

Esta antífona é proposta como introdução a todo o ofício da Liturgia das Horas para o dia de Natal. Adapta-se com facilidade como cântico processional a qualquer celebração do tempo do Natal. A melodia é de C. Silva. Tomei a liberdade de a repetir duas vezes seguidas (o que sei já ser prática em alguns locais) e alongar a último nota.

Espero que gostem!

Votos de um FELIZ NATAL!



terça-feira, 25 de outubro de 2011

Senhor do Mundo e Rei dos Corações

Cristo Filho Unigénito do Pai, 
seu esplendor, sua perfeita imagem, 
por Vós e para Vós tudo foi feito 
sois o centro da história e do Universo. 

Deus de Deus, Luz da Luz, Verbo divino, 
triunfador da morte e do pecado 
ao vosso nome todos se ajoelham 
nas alturas, na terra e nos abismos. 

A Cruz é vosso trono verdadeiro, 
morrendo conquistastes nossas almas, 
reinais na santidade e na justiça, 
reinais no amor, na paz e na verdade. 

Rei dos séculos, Príncipe da paz, 
é vosso reino para toda a Igreja, 
alimentais-nos com o vosso Corpo, 
e levais-nos ao Reino prometido. 

Senhor do mundo e Rei dos corações, 
a Vós louvor e glória eternamente.

Hino da Liturgia das Horas para as Vésperas I da solenidade de Cristo Rei. É composto por quatro estrofes em estilo coral, a três vozes mistas, e um refrão, a quatro vozes mistas, que permite a utilização deste hino com facilidade em vários momentos da celebração da Eucaristia. 

Espero que gostem!



terça-feira, 20 de setembro de 2011

Quem Habitará, Senhor, em Vossa Casa?


O que vive sem mancha e pratica a justiça,
esse habitará na vossa casa, Senhor! 

Quem habitará Senhor em vossa casa? 

Aquele que leva uma vida sem mancha, 
pratica a justiça e diz a verdade com todo o coração. 
Aquele cuja língua não levanta calúnias 
e não faz mal ao seu próximo, nem causa prejuízo a ninguém. 
Aquele que despreza o que é desprezível, 
mas estima os que temem o Senhor. 
Aquele que não falta ao juramento, 
mesmo em seu prejuízo. 
Aquele que não empresta dinheiro com usura, 
nem se deixa subornar contra o inocente. 

Quem assim proceder jamais será abalado.


Como foi prometido, aqui está a proposta vencedora do Concurso "Ad Antiphonarii Aniversarium" 2011.

O texto é de João Pereira inspirado no salmo 14 (15). 

O cântico é composto por um prelúdio coral, seguido de refrão que alterna com os versículos, sendo concluído por um poslúdio coral. É possível usar o cântico sem prelúdio ou poslúdio ou repetindo o prelúdio no princípio e no fim, como as habituais antífonas. O que não fará muito sentido será cantar o poslúdio no início. 

Espero que gostem!




sexta-feira, 16 de setembro de 2011

CONCURSO "AD ANTIPHONARII ANIVERSARIUM" - Vencedor

O blog Antiphonarium completa hoje um ano de actividade!

Hoje encerra o Concurso "Ad Antiphonarii Aniversarium".

Agradeço a todos os que enviaram propostas! 
Agradeço a todos os que votaram!

Dos 145 votos contados, eis como se distribuíram:


"Quem habitará Senhor" por João Pereira: 79 (54,5%)
"Nós Vos louvamos, ó Deus" por Teresa Pereira: 35 (24%)
"Insígnia Triunfal" por Simão Cardoso: 15 votos (10,5%)
"Adoremos a Santíssima Trindade" por José Leite: 10 votos (7%)
"Tomai todos e comei" por Rúben Correia: 6 votos (4%)

Para visualizar a proposta vencedora clicar AQUI.




quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Salvé, ó Virgem Maria

Salvé, ó Virgem Maria, Santa Mãe do Rei, 
que rege o Céu e a Terra pelos séculos dos séculos

Harmonização a quatro vozes mistas de mais uma bem conseguida melodia de C. Silva, desta vez para a Festa de Santa Maria, Mãe de Deus, no Tempo do Natal ou para qualquer outra celebração Mariana.

Espero que gostem!



CONCURSO "AD ANTIPHONARII ANIVERSARIUM" - Propostas

Estas são as cinco propostas finais para o concurso "Ad Antiphonarii Aniversarium" na sua versão completa. Para votar basta clicar na sondagem que está na barra lateral do blog.

Obrigado a todos os que participaram!

Espero que VOTEM!


1. "TOMAI TODOS E COMEI"

Rúben Correia (São Miguel de Souto - Diocese do Porto)
Cântico para a Comunhão da Missa Vespertina da Ceia do Senhor.

Antífona SATB:

Na ultima Ceia, Cristo entregou-se: 
“Isto é o meu corpo entregue por nós. Isto é o meu Cálice, Isto é o meu Cálice da nova aliança”. 
Tomai e comei, Tomai e comei e vede como o Senhor é Bom.

Refrão a 1 voz com acompanhamento de órgão:

Tomai todos e comei, isto é o meu corpo entregue por vós. 
Tomai todos e bebei, este é o meu cálice da nova Aliança. 
Fazei isto em memória de mim.

Versículos SATB:

1. Memorial da morte do Senhor, 
Ó vivo Pão que ao homem dás a Vida
Faz que a minha alma sempre de Ti viva,
Sempre lhe seja doce o teu sabor.

2. Divíno Pelicano, ó bom Jesus,
Com o teu sangue lava o Meu pecado,
Pois basta derramar uma só gota
Para o Mundo ficar purificado.
 

3. Jesus a quem contemplo oculto agora,
Concede-me o que espero ardentemente:
Ver-Te um dia na glória, face a face,
Na glória contemplar-te eternamente.


2) "INSÍGNIA TRIUNFAL"

Simão Cardoso (Jovim - Diocese do Porto)
Hino da Liturgia das Horas para a Festa da Exaltação da Santa Cruz

Hino SABar com acompanhamento de órgão:

1. Insígnia triunfal, honrosa e santa,
Chave do céu, penhor de eterna glória,
Que com Jesus da terra nos levanta!

2. Sacrário em que ficou viva a memória
Do imenso amor divino onde se alcança
De inimigos domésticos vitória!

3. Sinal que após dilúvio traz bonança,

Por quem o mundo novo é reformado
E se converte o espanto em esperança!

4. Ó Cruz, minha saudade e meu cuidado,
Que sustentar pudeste o doce peso
Da nossa redenção tão desejado!



3. "QUEM HABITARÁ SENHOR"

João Pereira (Alpendorada, Diocese do Porto)
Cântico Processional do Tempo Comum

Prelúdio Coral STAB: 

O que vive sem mancha e pratica a justiça, esse habitará na vossa casa, Senhor!

Refrão SABar: 

Quem habitará Senhor em vossa casa?

Versículo SABar:

1. Aquele que leva uma vida sem mancha,*
pratica a justiça e diz a verdade com todo o coração

2. Aquele cuja língua não levanta calúnias*

e não faz mal ao seu próximo \ nem causa prejuízo a ninguém

3. Aquele que despreza o que é desprezível,*
mas estima os que temem o Senhor;

4. Aquele que não falta ao juramento,*
mesmo em seu prejuízo;

5. Aquele que não empresta o seu dinheiro com usura,*
nem se deixa subornar contra o inocente.


Poslúdio Coral STAB 

Quem assim proceder jamais será abalado.


4. "NÓS VOS LOUVAMOS, Ó DEUS"

Teresa Pereira (Santiago de Bougado, Diocese do Porto)
Hino da Liturgia das Horas

Hino SSAATTBB com acompanhamento de órgão:

Nós Vos louvamos, ó Deus,
nós Vos bendizemos, Senhor.
Toda a terra Vos adora,
Pai eterno e omnipotente.
Os Anjos, os Céus
e todas as Potestades,
os Querubins e os Serafins
Vos aclamam sem cessar:
Santo, Santo, Santo,
Senhor Deus do Universo,
o céu e a terra proclamam a vossa glória.
O coro glorioso dos Apóstolos,
a falange venerável dos Profetas,
o exército resplandecente dos Mártires
cantam os vossos louvores.
A santa Igreja anuncia por toda a terra
a glória do vosso nome:
Deus de infinita majestade,
Pai, Filho e Espírito Santo.
Senhor Jesus Cristo,
Rei da glória, Filho do Eterno Pai,
para salvar o homem,
tomastes a condição humana
no seio da Virgem Maria.
Vós despedaçastes as cadeias da morte
e abristes as portas do céu.
Vós estais sentado à direita de Deus,
na glória do Pai,
e de novo haveis de vir
para julgar os vivos e os mortos.
Socorrei os vossos servos, Senhor,
que remistes com vosso Sangue precioso;
e recebei-os na luz da glória,
na assembleia dos vossos Santos.
Salvai o vosso povo, Senhor,
e abençoai a vossa herança;
sede o seu pastor e guia
através dos tempos
e conduzi-o às fontes da vida eterna.
Nós Vos bendiremos
todos os dias da nossa vida
e louvaremos para sempre o vosso nome.
Dignai-Vos, Senhor, neste dia,
livrar-nos do pecado.
Tende piedade de nós, Senhor,
tende piedade de nós.
Desça sobre nós a vossa misericórdia,
Porque em Vós esperamos.
Em Vós espero, meu Deus,
não serei confundido eternamente. 



5. "ADOREMOS A SANTÍSSIMA TRINDADE"

José Leite (Valbom, Diocese do Porto)
Hino para a Adoração Eucarística

Versículos a SA e TB:

1. Celebremos o Mistério, Da Divina Eucaristia, Corpo e Sangue de Jesus.
O Mistério de Deus vivo, Tão real no Seu Altar, Como outrora sobre a Cruz.

2. Vindo à terra que O chamava, Cristo foi a salvação, E a alegria do seu povo.

Foi Profeta, foi Palavra, E Palavra que pregada, Fez do Mundo um Mundo novo.

3. Foi na Noite Derradeira, Que na Ceia com os doze, Coração a coração.

Se deu todo e para sempre, Mãos em bênção sobre a Mesa, Da Primeira Comunhão.

4. Assim Deus, que se fez homem, Tudo fez em plenitude, De humildade e de pobreza.

E o milagre continua, Onde falham os sentidos, Chega a esperança de quem reza.

5. Veneremos, adoremos, A presença do Senhor, Nossa Luz e Pão da Vida.

Cante a alma o seu louvor, Adoremos no sacrário, Deus oculto por amor.

6. Dêmos glória ao Pai do Céu, Infinita Majestade, Glória ao Filho e ao Santo Espírito!

Em espírito e verdade, Veneremos, adoremos, A Santíssima Trindade!


Refrão SATB:

Adoremos a Santíssima Trindade, adoremos a Divina Majestade!
Adorai o Senhor, Louvai o Senhor, Glória ao Mistério de Vida e de Verdade!


segunda-feira, 1 de agosto de 2011

CONCURSO "AD ANTIPHONARII ANIVERSARIUM"

Aproxima-se o primeiro aniversário do Antiphonarium e, para o celebrar, abro o concurso "Ad Antiphonarii Aniversarium”. É uma competição aberta a todos os que gostam do que vou fazendo e que esperam ver mais. A única condição necessária para concorrer é apresentar um texto para musicar, da tradição litúrgica da Igreja ou da vossa autoria, desde de que se adeqúe a uma celebração litúrgica. O prémio é uma composição inédita minha inteiramente à medida da proposta vencedora.  

Segue-se o regulamento:

1. COMO PARTICIPAR

Para participar basta enviar um e-mail para iosephmatheus@gmail.com com os seguintes dados:

·         Nome do Participante
·         Paróquia e Diocese ou Congregação
·         Texto a musicar (1)
·         Momento Litúrgico (2)
·         Números de vozes


(1) Devem estar indicados no texto que partes corresponderiam aos vários elementos possíveis num cântico (Antífona, Refrão, Versículos, por exemplo). Também são aceites hinos e salmos da Liturgia das Horas, aclamações da celebração Eucarística e outros textos religiosos que se adeqúem às celebrações litúrgicas para serem cantados por um solista. A AUTORIA OU FONTE DO TEXTO DEVE SER INDICADA. 

(2) Deve ser indicado o momento das celebrações que o cântico é suposto acompanhar (Entrada, Comunhão, Procissão dos Dons, Aspersão da Assembleia entre muitos outros). Aqui deve ser indicado o seu Tempo Litúrgico, Solenidade ou Festa (Advento, Quaresma, Natal, Páscoa, Pentecostes, etc.).

2. ESCOLHA DO VENCEDOR

O Vencedor será escolhido através de votação aberta a todos os visitantes do blog entre as 5 propostas que considerar mais interessantes.

3. PRAZOS

As propostas podem ser entregues até 31 de Agosto.
A votação estará aberta entre 1 e 15 de Setembro.
Revelação do vencedor a 16 de Setembro.

Espero que participem!

domingo, 31 de julho de 2011

Santo (M. Simões)

Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo, 
o céu e terra proclamam a vossa glória. 
Bendito o que vem em nome do Senhor. 
Hossana nas alturas.

Passei a semana passado no Encontro Nacional de Pastoral Litúrgica (ENPL) em Fátima. Foi uma semana cansativa, mas que deixou uma vontade de fazer mais e melhor.

A todos os que estiveram comigo no ENPL um grande obrigado!

Numa das celebrações cantamos este Santo do Manuel Simões com uma harmonia a três vozes iguais e lembrei-me imediatamente de harmonizá-lo para quatro vozes mistas.

Espero que gostem!



quarta-feira, 6 de julho de 2011

A Semente é a Palavra de Deus


A semente é a Palavra de Deus e o semeador é Cristo, 
quem ouve a sua palavra viverá para sempre.

Harmonização para Coro Misto a três vozes de um "clássico" da música litúrgica portuguesa.

O final do refrão, harmonizado a quatro vozes, pode tanto ser cantado por duas vozes femininas e duas masculinas, como por três vozes femininas e uma masculina.

Espero que gostem!




quinta-feira, 30 de junho de 2011

Lentamente, o Sol se Apaga


Lentamente o sol se apaga 
Nos campos montes e mares, 
Mas deixa-nos a promessa 
De renascer cada dia.

Em Vós, Senhor, admiramos 
A divina providência 
Que tanto regula as sombras  
Como a luz dos tempos vários. 

Cheios de fé e de esperança  
Caminhamos no esplendor  
Da luz que o Verbo nos trouxe 
Da glória do eterno Pai. 

Ele é o sol infinito 
Que ilumina a terra inteira  
E prepara para  as almas 
 As alegrias eternas.

À Santíssima Trindade 
 Novo cântico se eleve, 
Cada vez mais alto e puro 
Pelos séculos dos séculos.

Já há bastante tempo que não publico uma harmonização minha. Pois bem, deixo aqui hino de Vésperas "Lentamente o Sol se Apaga" com a melodia de António Cartageno, harmonizado para Coro Misto. 

A parte final, harmonizada a quatro vozes, pode ser interpretada por três vozes femininas e uma masculina em vez de duas femininas e duas masculinas. Faz parte da realidade dos coros litúrgicos a escassez de cantores masculinos...

Um hino pode ser perfeitamente incluído em momentos da celebração eucarística em que o canto da Assembleia não tenha um papel tão preponderante, como na Apresentação dos Dons. Contudo, penso que este se adequa melhor a acompanhar a procissão de saída (Cântico Final), sobretudo quando é cantado o primeiro versículo numa celebração ao final do dia.

Espero que gostem!




quarta-feira, 15 de junho de 2011

Kyrie Eleison


Kyrie eleison! 
Christe eleison!
Kyrie eleison!

Este Acto Penitencial foi pensado para dias em que se queira atribuir-lhe maior significado. Daí ser escrito para Solistas (Soprano, Alto, Tenor e Baixo) e Coro Misto. O canto da Assembleia não foi esquecido. Penso que será fácil para esta cantar com o Coro Misto depois de ouvir a primeira proposta dos Solistas. 

Para coros menos preparados, publico uma versão para Coro e Órgão. É possível utilizar este acompanhamento com a versão anterior. Há contudo algumas salvaguardas que estão indicadas no final da partitura para Coro e Solistas.

Espero que gostem!



Coro e Solistas

Órgão e Coro

sábado, 11 de junho de 2011

Não Esqueçais as Obras do Senhor


Não esqueçais as obras do Senhor! 
As maravilhas que realizou sobre a terra!
Não esqueçais as obras do Senhor!


Salmo responsorial para a festa da Exaltação da Santa Cruz. Embora a festa litúrgica seja só em Setembro, a liturgia usada para a festa do Senhor de Matosinhos é a mesma.

Fugi um pouco ao texto litúrgico, mas penso que os acrescentos ajudam a aprofundar o seu sentido.

Se assembleia for capaz, o primeiro versículo deveria ser cantado antes do salmista propor o refrão pela primeira vez. O último versículo, uma repetição da ideia principal de todo o salmo, deve terminá-lo, não se cantando o refrão depois.

Espero que gostem!




quarta-feira, 18 de maio de 2011

Avé Maria


Avé Maria, cheia de graça,
O Senhor é convosco!
Bendita sois Vós, entre as mulheres!
Bendito o fruto do vosso ventre: Jesus!

Santa Maria, Mãe de Deus
Rogai por nós pecadores,
Agora e na hora da nossa morte. Amen!



Pequena peça para solista (soprano ou tenor) e coro (soprano, alto, tenor, barítono e baixo).

Pode ser interpretada somente pelo coro a seis vozes ou a parte do coro pode ser tocada por um órgão, cantando somente o solista.

Espero que gostem!




sábado, 16 de abril de 2011

Adoramos, Senhor, a Vossa Cruz


Adoramos, Senhor, a vossa Cruz, 
louvamos e glorificamos a Vossa Ressurreição. 
Adoramos, Senhor, a vossa Cruz

Este cântico é uma adaptação da Aclamação ao Evangelho que escrevi para a festa da Exaltação da Santa Cruz. O refrão e o 3º versículos são completamente novos. Procurei manter a relação estabelecida na Aclamação ao Evangelho entre os versículos, o refrão, a tonalidade maior e a menor, numa tentativa de exprimir a alegria e a tristeza que se unem na Cruz de Cristo.

Espero que gostem!




sexta-feira, 4 de março de 2011

Pecámos, Senhor, de Vós nos afastamos


Pecámos, pecámos, Senhor, de Vós nos afastamos. 
Tende compaixão de nós, tende compaixão de nós.

Andei muito tempo às voltas com o salmo de Quarta-feira de Cinzas...
Parecia que faltava alguma coisa...
Tomei a liberdade de acrescentar um pouco ao texto litúrgico, na esperança de não escandalizar ninguém e tentar expressar melhor o sentido deste salmo. Incluí uma pequena introdução coral para ser executada apenas no início, antes do salmista propor o refrão pela primeira vez.

Espero que gostem!




PARTITURA DO SALMISTA

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Nós Te Louvamos, Senhor


Nós te louvamos, Senhor, 
ao terminar este dia. 
Desce a noite sobre nós, 
mas a fé nos alumia. 

Obrigado pela vida, 
tua dádiva paterna 
que apresentemos sem mancha 
no esplendor da Luz eterna. 

Obrigado pelo muito 
que neste dia nos deste, 
e perdoa-nos o pouco 
que de nós tu recebeste. 

Porque és Pai e és amigo, 
sentindo-te a nosso lado, 
damos ao sono da noite 
o coração sossegado. 

A Ti, Deus Pai de bondade, 
e a Jesus, Nosso Senhor, 
e ao Espírito Paráclito: 
Honra, Glória e Louvor. 

Este hino está proposto na Liturgia das Horas para a oração de Completas de Terça-feira. No entanto, pode ser utilizado em vigílias nocturnas. Embora o texto seja de louvor, preferi escrever uma melodia modal pelo ambiente nocturno a que está associado. 

Espero que gostem!