quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Santo é o Dia

Santo é o dia, que nos trouxe a Luz. 
Vinde adorar o Senhor, 
pois hoje sobre a terra uma grande Luz surgiu. 

Voltaram a pedir e eu atendi sem problemas: aqui está musicado o versículo para o dia de Natal, acompanhado da Aclamação ao Evangelho que escrevi. É para solista, devido ao pouco tempo que tive para a fazer e a proximidade da festa (é já depois de amanhã!!!).

Espero que gostem. E votos de um BOM NATAL a todos!!!



segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A Virgem Conceberá


A Virgem conceberá 
e dará à luz um Filho, 
o seu nome será Emanuel, 
Deus connosco. 

Maranatha! Vem, Senhor Jesus! 

Próprio para o tempo do Advento, como cântico de Entrada ou Comunhão, "A Virgem Conceberá" tem uma antífona a cinco vozes (soprano, meio-soprano, alto, tenor e baixo), para pequeno-coro ou solistas, um refrão simples para a Assembleia e versículos a quatro vozes para coro.

Esta é uma das primeiras vezes que tento fazer algo mais elaborado.

Espero que gostem!



 

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Aleluia!


A pedido de algumas pessoas escrevi um novo versículo para esta aclamação ao Evangelho que permitisse modificar o texto da liturgia de cada Domingo.

Espero que gostem!




terça-feira, 7 de setembro de 2010

Adoramos-te, Senhor Jesus


Adoramos-te e bendizemos-te, Senhor Jesus, 
porque pela vossa Santa Cruz remiste o mundo. 

Escrevi esta aclamação ao Evangelho a pedido de um amigo meu para o dia da festa na paróquia dele: a Exaltação da Santa Cruz. Os versículos estão escritos para três vozes mistas e o refrão para quatro vozes mistas. Coros com dificuldade em cantar a quatro vozes mistas, podem perfeitamente ignorar a melodia do Tenor.

Espero que gostem!




Deus é Amor


Deus é amor, 
Aquele que permanece no amor 
permanece em Deus 
e Deus permanece nele. 

O padre Manuel Luís musicou o 'Hino da Caridade' de S. Paulo para ser utilizado durante a crismação, nas celebrações da Confirmação. Mas ele também se adequa ao sacramento do Matrimónio, sobretudo quando esta é uma das leituras escolhidas pelos noivos. Ao utilizá-lo, convém salvaguardar que, na forma como o harmonizei, o cântico termina com nono versículo e nunca com o refrão.

Espero que gostem!




domingo, 5 de setembro de 2010

Disse Deus no Princípio


Disse Deus no princípio: Façamos a luz.
Foi esta a luz primeira fonte de toda a vida. 
E viu o nosso Deus que as coisas eram boas. Aleluia!

Disse Deus: Faça-se o firmamento. 
E logo o sol, a lua e as estrelas do céu 
mediram dia e noite em seu curso perfeito. 
E viu o nosso Deus que as coisas eram boas. Aleluia!

Disse Deus: Haja flores e plantas e sementes, 
pássaros e animais, na terra e nos abismos. 
E viu o nosso Deus que as coisas eram boas. Aleluia!

Disse Deus: À nossa imagem e semelhança 
surjam do pó da terra o Homem e a Mulher, 
como senhores de toda a Criação. 
E viu o nosso Deus que as coisas eram boas. Aleluia!

Da manhã e da tarde fez-se o sétimo dia. 
Descansou o Senhor de quanto tinha feito. 
E o Homem continua a obra começada.

Este cântico foi escrito pelo padre Ferreira dos Santos. É um hino para o Ofício de Leitura dos Domingos do Tempo Comum, que pode muito bem ser utilizado num casamento. Foi para isso que harmonizei o refrão.

Espero que gostem!